quinta-feira, 22 de março de 2012

EXISTE VIDA ALÉM DA BALANÇA...



QUERIDA AMIGA GORDINHA:


DÁ SÓ UMA OLHADINHA AQUI:



E VEJA SÓ...EXISTE VIDA ALÉM DA BALANÇA...


E VC , O QUE ACHA DISSO?
TEM A MORAL?


COMO ACHA QUE SE SENTIRIA ROMPENDO DE UMA VEZ POR TODAS COM A DITADURA DAS "MAGRIÇAS" E SE ACEITANDO LINDA, PESADA E LOIRA (morena, ruiva, azul, rosa-chiclete...)????


MEU SONHO...

7 comentários:

Chica Louca disse...

Oi amiga, boa noite!

Me envie um e-mail: chicalouca@uol.com.br

sobre os vestidos V017 e V018

para eu te explicar a forma de adquirí-los e pagamento.

Beijoks.

Lívia disse...

Olá! Eu admiro muito essas mulheres que se acham lindas e se sentem muito bem mesmo com quilinhos a mais! Mas eu não consigo...
E RA para mim é tãaao difícil. Quando está dando certo, como agora, eu fico pensando: "Até quando será que eu vou ficar forte assim?"
Fico sem entender a razão de eu estar conseguindo.
Louco não?
Bjo

Juliane disse...

assim como a colega que comentou acima, eu tb admiro. E juro que queria muito me aceitar assim, mas não consigo!!

Bjs flor e não desanima!

Miss Po disse...

Olha, já visitei seu blog algumas vezes e hoje resolvi comentar...
Já me peguei pensando na mesma coisa.
Só que percebi que pra mim, não funciona. Não sou feliz gordinha e acho que, pelo pouco que vi aqui, para você também não. Afinal, você montou um blog para se estimulara a emagrecer! Entrou para os Vigilantes do PEso! Se vc estivesse realmente FELIZ com seu corpo, teria feito essas coisas?
Realmente, os outros poucop importam. Se v estiver feliz com o que vê no espelho, esqueça tudo isto aqui e seja uma gordinha linda, vaidosa e feliz - como muitas! Agora, se está incomodada, infeliz com vc mesma... não abrace essa "desculpa" para não ter que se esforçar e, daí, afundar ainda mais. Não jogue a toalha!
Espero que não se ofenda com a minha sinceridade, mas foi com esse pensamento que eu afundei ainda mais ante de começar a emagrecer... pq usei-o como "desculpa" pra não me cuidar! Estava com seu peso (85) e engordei mais 7 quando a ficha caiu. Gostaria que alguem tivesse me alertado antes. Já emagreci 21kg, mas ainda falta um bom pedaço...
Bjos!

menos34.blogspot.com

Mel Mudanca disse...

Oi, vim te dar um oiii especial,a Lucy comentou que vc entrou apouco tempo, seja muitooo bem vinda.. que possamos todas nós nos ajudar muitoo e que a cada dia seja de vitoria ou jacada, possamos nos ajudar. um beijo em vc , Prazer, eu sou a mel..hehe..
otimo final de semana.

Mel Mudanca disse...

Adoreii teu recadinho.Deixo aqui uma frase de uma autora que gosto muito. Tati Bernardi o nome.

" E é assim que a gente vai vivendo, sabe? Errando pra aprender. Se decepcionando pra se proteger. Se machucando pra crescer. Chorando pra sorrir. A gente cai uma vez, pra aprender a se levantar em outra. No fim, tudo que for bom, verdadeiro, tudo o que realmente nos fizer bem, permanece."

Gordinha da Silva disse...

eu não devia, mas vou dizer (não quero ser grossa, me desculpe se eu escrever torto dando a entender que estou sendo grossa)

"não consigo" pra mim quer dizer "não quero", só que camuflado. Tudo o que a gente fala "não consigo" está falando na verdade que não quer nem perder tempo pra cogitar. Já dizia Yoda, não existe tentar, existe fazer ou não fazer.

Você pode ser feliz do jeitinho que você é AGORA, porque a felicidade não está intrinsecamente ligada com o seu peso. Você pode se sentir sensual, se você se arrumar para ser sensual.

Você acha essas mulheres bonitas, porque você não pode se achar bonita?

E,contrariando esse monte de comentário inútil, sim, você pode aceitar que pode ser bonita e sensual estando gorda (ou gordinha, ou obesa mórbida) e ainda assim querer emagrecer.

Porque na vida a gente anda é pra frente! E cada dia a gente tem que melhorar para que o futuro seja sempre melhor.

Portanto, se você tem vontade de arrancar a roupa e cair peladinha no mar, e não faz porque tem vergonha da barriga, então, você está deixando de viver a felicidade.

Afinal, eu tenho uns ótimos motivos para emagrecer: achar mais roupas lindas, pagar mais barato nas roupas, caber direito na cadeira, passar na roleta do busão, achar cinto sem ter que camelar, parar de ter dor nas costas. Porém, nenhum desses motivos é um contrário a minha felicidade e aceitação da minha condição atual.

Eu me aceito quem eu sou, gorda, e esquisita, e nerd, e necessitada de óculos. Isso não quer dizer que eu não queira melhorar. Quer dizer que eu tenho conhecimento do que eu sou, das minhas limitações, dos meus desejos e gostos pessoais, e ainda assim, quero ser feliz.

Você pode entrar na paranóia de só ser feliz (ou sensual, ou lady, ou elegante) depois que emagrecer X quilos. Mas vai estar perdendo um bocado da sua própria vida.